13 de mai de 2015

Anotações sobre alguns dias de 2009.



Manhã de 17 de junho.
Todas as cidades são só pontinhos de luz. As nuvens de poluição são bonitas vista de cima. Tudo depende do ângulo. Eu acredito nisso.
Queria ter fotografado. Mas tem coisas que se fotografam pra dentro. A minha alma se encheu de pontinhos de luz.
Tomara que dê pra ver da janela.

18 de junho.
Ver olhos novos é sempre incrível.

21 de junho.
Por enquanto, essa ainda é a melhor cidade do mundo. Mas ela tem os dias contados pra mim. Talvez seja isso que faça dela a melhor cidade do mundo:
não pertenço a esse lugar, estou aqui só de passagem.

Me despeço aos poucos.


Nenhum comentário: